Você está aqui: Página Inicial Viva a Diferença Consciência Negra Turminha celebra Dia Nacional da Consciência Negra

Turminha celebra Dia Nacional da Consciência Negra

Entra ano e sai ano, a Turminha não esquece o Dia Nacional da Consciência Negra, celebrado em 20 de novembro. A data marca a luta do negro contra a escravidão no período colonial. Foi nesse dia, no ano de 1695, que o  último líder do Quilombo dos Palmares - Zumbi - morreu em defesa da liberdade de seu povo.

Atualmente, diversos eventos e atividades são realizados no Brasil para ressaltar a data. É um momento de conscientização e reflexão sobre a importância do povo africano na formação da cultura nacional. É ainda uma oportunidade de discutir sobre os desafios para alcançar a igualdade racial.

A valorização da cultura afro-brasileira também está presente nas escolas. Desde 2003, a  Lei nº 10.639, incluiu o dia 20 de novembro no calendário escolar e tornou obrigatório o ensino sobre História e Cultura Afro-Brasileira.

Por falar em escola, a Turminha já abordou muitas vezes esse assunto nas pesquisas e nas aulas. Já discutiu questões sobre racismo, aprendeu como era a vida dos quilombos e como o MPF atua pelo reconhecimento desse povos, que tentam manter suas terras e preservar sua cultura.

Outra lição que a Turminha não esquece é a de que devemos respeitar as diferenças, sejam raciais, culturais, religiosas ou de orientação sexual. E isso deve ser espalhado por todos os lados para evitar casos de intolerância e preconceito registrados no Brasil recentemente, como as agressões físicas e virtuais a pobres, negros, homossexuais, estrangeiros e nordestinos.

Viva em harmonia! Comemore o Dia Nacional da Consciência Negra!

Fonte:
Mundo Educação
Brasil Escola

Ações do documento
Ferramentas Pessoais