Você está aqui: Página Inicial Nossa Cultura Datas Cívicas Turminha comemora sete de setembro

Turminha comemora sete de setembro

— registrado em: ,

A Turminha do MPF já está ensaiando os hinos e preparando as bandeirinhas verde-amarelas para comemorar o 7 de setembro, Dia da Independência do Brasil. A data  tem origem em 1822, quando o povo brasileiro conseguiu a emancipação em relação a Portugal. É um bom momento para conhecer melhor a história do nosso país, entender o significado dos símbolos nacionais e valorizar os direitos e deveres de todos os cidadãos.

E como será que surgiram os símbolos nacionais do Brasil? Para transmitir o sentimento de união nacional, em 1º de setembro de 1971 a Lei nº 5.700 definiu os quatro símbolos nacionais do Brasil: Bandeira Nacional, Hino Nacional, Brasão da República e Selo Nacional. Usados em cerimônias, documentos oficiais, eventos e localidades oficiais, os símbolos são importantes para representar o Brasil dentro e fora do território nacional. Vamos relembrar detalhes dos símbolos?

Armas Nacionais - Formadas por um escudo redondo sobre uma estrela verde e amarela de cinco pontas e uma espada, as Armas Nacionais representam a glória, a honra e a nobreza do Brasil. Há também um ramo de café à esquerda e um de fumo à direita, e a data da proclamação da República - 15 de novembro de 1889. O uso das armas é obrigatório nos edifícios-sede dos três poderes (Executivo, Legislativo e Judiciário) dos governos federal, estadual e municipal, além dos quartéis militares e policiais e em todos os papéis oficiais de nível federal (publicações, convites etc).

Selo Nacional - Representado por uma esfera com as estrelas (semelhante a da Bandeira), apresentando a inscrição República Federativa do Brasil, o Selo Nacional é usado para autenticar documentos oficiais e atos do governo, além de diplomas e certificados emitidos por unidades de ensino reconhecidas.

Bandeira Nacional
– É formada por um retângulo verde, representando as matas e florestas, um losango amarelo ao centro, representando as riquezas minerais do solo, uma esfera azul ao centro, representando nosso céu estrelado, e uma faixa branca representando a paz com a frase "Ordem e Progresso". Espalhadas na esfera, 27 estrelas representam os 26 estados e o Distrito Federal. Deve ser hasteada pela manhã em todos os órgãos públicos, escolas, secretarias de governo etc, e arriada no fim da tarde.

Hino Nacional
– A letra do atual Hino Nacional Brasileiro foi elaborada por Joaquim Osório Duque Estrada, que foi um poeta, crítico literário, professor e ensaísta brasileiro. Já a música foi composta por Francisco Manuel da Silva, que foi um professor, maestro e compositor brasileiro. É tocado em solenidades e eventos oficiais do governo, eventos esportivos e culturais e nas escolas, junto com o hasteamento da Bandeira Nacional.

Mas será que as pessoas entendem o sentido de todas as palavras do hino? Confira aqui como Wayne Tobelem dos Santos, autor do livro Compreendendo os Hinos Brasileiros, explica o hino utilizando uma linguagem bem fácil.

Aproveitando a Semana da Pátria, a Turminha selecionou algumas ideias de atividades para trabalhar o tema em sala de aula:
 

  • Fazer desenhos, poesias ou acrósticos (formas textuais onde a primeira letra de cada frase ou verso forma um nome) relacionados aos símbolos;
  • Interpretação do hino nacional em forma de teatro ou coro falado;
  • Apresentação de músicas sobre o Brasil;
  • Redação sobre o que acontenceu no dia 7 de setembro;
  • Criar caça-palavras ou palavras-cruzadas com nomes relacionados à Pátria;
  • Montar a bandeira do Brasil  com garrafas Pet. (Veja aqui o passo a passo)

 

Leia também

Turminha discute impostos, corrupção e independência do Brasil

 

Ações do documento
Ferramentas Pessoais