Você está aqui: Página Inicial Nossa Cultura

Dia do Folclore é comemorado pela Turminha

— registrado em: ,

“Sabia que a mãe do sabiá não sabia que o sabiá sabia assobiar? Nunca vi um doce tão doce como o doce de batata-doce. Farofa feita com muita farinha fofa faz uma fofoca feia. A vaca malhada foi molhada por outra vaca molhada e malhada.” Foi assim, brincando de trava-línguas, que a Turminha resolveu comemorar o Dia do Folclore – 22 de agosto.

Para quem não sabe, trava-línguas são aquelas frases folclóricas que apresentam sílabas parecidas e difíceis de se pronunciar. A brincadeira é desafiar o amigo a dizer esse tipo de frase com rapidez e clareza. Vale destacar que outros elementos também fazem parte do folclore brasileiro, como mitos, crenças, lendas, danças, tradições e costumes transmitidos de geração em geração.

rosto-saci.gif  É nessa época do ano que a Turminha costuma se reunir  para contar histórias. Entre os personagens preferidos estão o Saci-Pererê, Curupira, Vitória Régia, Iara e Boto. E por falar nisso, vocês lembram da entrevista que a Malu fez com o Saci? Confira aqui.

O Dia do Folclore também é lembrado nas escolas com atividades diferentes, como peças teatrais, danças, festas, contação de histórias e exibição de vídeos. Tudo para transmitir aos alunos a riqueza cultural do folclore. Confira sugestões para trabalhar o tema em sala de aula.

Seja como for, na escola, nas brincadeiras ou nos livros, o importante é valorizar e resgatar a cultura popular brasileira. Por isso, a Turminha convida os amigos a conferir, abaixo, matérias e conversas sobre o folclore e a relembrar a viagem pelas regiões brasileiras, nas séries de 2012 e 2013.

E deixa mais um trava-língua para continuar a  brincadeira: “O que é que Cacá quer? Cacá quer caqui. Qual caqui que Cacá quer? Cacá quer qualquer caqui.”


Fonte:
suapesquisa.com
Brasilescola.com
revistaescola.abril.com.br
 

Ações do documento
Ferramentas Pessoais