Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Ferramentas Pessoais

Navegação

Você está aqui: Página Inicial / Explore / Comunidade indígena / Mitos e rituais

Mitos e rituais

Os mitos podem ser definidos como narrativas orais que contêm verdades consideradas fundamentais para um povo (ou grupo social). São histórias que contam como as coisas chegaram a ser o que são e como as divindades, os homens, os animais e as plantas se diferenciaram.

Já os rituais fazem o caminho inverso: contam ou recriam o mito, promovendo a interação de divindades, homens, animais e plantas. As populações indígenas acreditam que essa interação é indispensável.

Por isso, a maioria dos rituais indígenas são uma celebração das diferenças. Tanto as diferenças entre todos os seres do universo (divindades, homens, animais e plantas) como as específicas entre nós, seres humanos.

Para os índios, sem essas diferenças, não haveria nem troca nem cooperação. Elas são celebradas por meio do oferecimento de comida e bebida, e, às vezes, de cantos e objetos.

Um exemplo de objeto presente nos rituais indígenas é o chocalho, utilizado para cura e purificação. Hoje em dia, artefatos ritualísticos também são vendidos como artesanato.

A  relação dos índios com a natureza - No decorrer da história, os povos indígenas vêm transformando o seu ambiente de acordo com suas crenças e necessidades, sempre mantendo uma relação de dependência e integração com a natureza.

Como essas interferências (seja na fauna, na vegetação ou nas águas) não alteraram o funcionamento equilibrado do meio ambiente, as áreas das florestas brasileiras ocupadas por indígenas (que, pela Constituição brasileira, são de uso exclusivo deles) costumam ser mais preservadas em relação às outras, exercendo papel importante para o equilíbrio ambiental.

Mas o conceito de natureza varia bastante entre os índios, pois cada povo tem um modo particular de interpretar o meio ambiente e de compreender as relações que estabelece com ele.

O que é comum entre todos eles é a ideia de que o mundo é uma ampla rede de relações entre agentes, sejam eles humanos ou não-humanos. Isso significa dizer que os homens estão sempre interagindo com a natureza: dependem dela e, ao mesmo tempo, são parte dela.

registrado em: ,
Erro
Ocorreu um erro enquanto renderizando o portlet.