Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Você está aqui: Página Inicial Direitos das crianças Alimentação Alimentação Saudável Obesidade na Infância

Obesidade na Infância

— registrado em: ,

Entrevista com a nutricionista da PGR, Amanda Branquinho Silva.

Texto publicado em 2010

O que é obesidade?
A obesidade é um processo que está associado, quase sempre, a várias causas ao mesmo tempo, e por isso é uma doença de difícil tratamento. Entre essas causas, existem fatores biológicos e ambientais. Os fatores biológicos são a genética (herança dos pais) e o metabolismo (conjunto de reações químicas que ocorrem no organismo afim de que esse gaste energia); os ambientais são características psicológicas, hábitos alimentares e atividades físicas.

 Existem muitas crianças obesas no Brasil?
Um pesquisa realizada em todo o Brasil mostrou que o número de crianças e adolescentes acima do peso aumentou muito nos últimos 30 anos, atingindo atualmente quase 20% dos jovens brasileiros. O motivo do aumento da obesidade na infância está no maior consumo de alimentos industrializados e muito calóricos, e a diminuição da prática de atividade física.
 
Como evitar a obesidade?
Lanches gordurosos, batatas fritas, doces e refrigerantes devem ser evitados, e nada de fazer cara feia para as frutas e hortaliças. O consumo desses alimentos é fundamental para manter o peso adequado.

Além de cuidar da alimentação, é muito importante manter-se ativo.  Portanto limite o tempo que você fica no vídeo-game e computador e faça diariamente alguma atividade que você goste, como andar de bicicleta, jogar bola, etc.

 Quais são as conseqüências da obesidade para a saúde?
O excesso de peso, além de ser uma doença por si só, também provoca uma série de outros problemas de saúde. Quem está acima do peso, independentemente da idade, terá problemas respiratórios, cardíacos, ortopédicos, entre outros. Derrames, enfartes e problemas no colesterol estão se manifestando em pessoas cada vez mais jovens, e as doenças crônicas como a diabete 2 e a hipertensão já estão afetando crianças e adolescentes.

 Como ter uma alimentação saudável?
Como podemos perceber, além de manter o corpo em forma, a alimentação saudável  e a prática regular de atividade física combatem várias doenças. Portanto siga os dez passos para uma alimentação saudável para ficar sempre em forma:

1º passo: faça 5 refeições ao dia. Coma no café da manhã, almoço e jantar e faça lanches saudáveis nos intervalos (ex: frutas, iogurte, vitaminas, etc).


2º passo: evite o consumo de salgadinhos de pacote, refrigerantes, biscoitos recheados, fast food, alimentos de preparo instantâneo, doces e sorvetes.


3º passo: consuma diariamente frutas e hortaliças de sua preferência, pois eles são fundamentais para a saúde. A banana por exemplo é boa para evitar cãibras, além de oferecer energia para a prática de atividade física. A cenoura, abóbora, mamão, e outros alimentos de cor alaranjada são importantes para boa visão, além de deixaram a pele e cabelos mais bonitos.


4º passo:
tente comer feijão todos os dias.


5º passo:
procure comer arroz, massas e pães todos os dias, mas tome cuidado com o excesso.


6º  passo: consuma leite e derivados diariamente, pois eles são importantíssimos para os dentes e ossos.


7º passo: beba pelo menos 8 copos de água ao dia.


8º passo: movimente-se! Seja ativo! Pratique diariamente alguma atividade física que você goste.


9º passo: escolha alimentos saudáveis nos lanches da escola e nos momentos de lazer.


10º passo: mantenha o peso saudável!

 

Receitas saudáveis e fáceis de fazer - dicas da nutricionista Amanda Branquinho.

 


 

Ações do documento
Ferramentas Pessoais